domingo, 18 de agosto de 2013

Prova 6º ano



1.    Leia o texto abaixo e responda o que se pede:

FALTA PEDREIRO
Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280

“Falta pedreiro”, estão reclamando os mestres de obras. Os melhores estão empregados nas construções de prédios caros. Se você quiser reformar o seu apartamento agora, talvez tenha que lidar com profissionais menos competentes do que havia por aí. São as dores do crescimento econômico. Se fosse só isso, vá lá. O problema mesmo é a falta de gente boa para ocupar as vagas que aparecem no topo da pirâmide. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) calculou que, se a economia crescer mais de 5% ao ano em média nesta década (que é o que todos esperam), haverá uma falta crônica de engenheiros no mercado. E já dá para sentir efeitos da escassez (falta) hoje mesmo. Agora um engenheiro põe o pé para fora da faculdade ganhando R$ 4.500.000, em média, o dobro do que era em 2006. Nas áreas em que a demanda (procura) mais subiu, como a da extração de petróleo e gás, contracheques de R$30 mil são comuns.

  • O texto é uma estrutura composta de frases e/ou imagens que se relacionam, formando um sentido completo, de acordo com o contexto em que foram produzidas.  No texto em estudo, observa-se que: Há falta de pedreiros, segundo o texto, porque: (1 ponto)

A) os nordestinos deixaram de vir para os grandes centros.
B) os salários são relativamente baixos.
C) a profissão é muito sacrificada.
D) há muitas obras em andamento.
E) N.d.a.

  •  A expressão “Falta pedreiro” está entre aspas porque o autor do texto quer mostrar que: (1 ponto)

A) tais palavras indicam uma crítica à situação econômica.
B) tais vocábulos (palavras) estão escritos de forma errada.
C) essas são palavras dos mestres de obras.
D) essas palavras não são verdadeiras.
E) N.d.a.

  •  Ao dizer que “os melhores (pedreiros) estão empregados em prédios caros”, o autor do texto quer mostrar que os melhores pedreiros são aqueles que: (1 ponto)

A) gostam de trabalhar em lugares chiques.
B) querem exibir-se para os demais pedreiros.
C) trabalham onde lhes pagam melhores salários.
D) desejam trabalhar onde a paisagem é mais bonita.
E) pretendem continuar trabalhando nesses prédios após ficarem prontos.

  • Concisão é um artifício na construção de um texto, pois não devemos estender em excesso o que desejamos dizer, para não torná-lo cansativo e pouco atraente. Vendo a seguinte frase: “Se você quiser reformar o seu apartamento agora...”; pergunta-se: nesse segmento do texto, o pronome em negrito (destaque) refere-se: (1 ponto)

A) aos mestres de obras.
B) aos donos de prédios caros.
C) aos pedreiros desempregados.
D) aos engenheiros recém-formados.
E) aos leitores desejosos de fazer reformas.

  •  A característica do texto lido é de que ele é um texto:  (1 ponto)

a)     Narrativo, ou seja, narra ou relata fatos reais ou fictícios.
b)     Apelativo/Injuntivo, ou seja, faz com que o interlocutor (leitor) tome alguma atitude e muda comportamento.
c)     Expositivo, ou seja, expõe informações e transmite conhecimentos.
d)     Descritivo, ou seja, descreve seres e paisagens.
e)     N.d.a.

  • Esse texto é um (a): (1 ponto)

a)    Receita é um texto que orienta o leitor no preparo de um prato culinário.
b)    Entrevista é um gênero textual que se caracteriza por ter um título que se destaca a ideia central e uma curta apresentação do entrevistado e do tema. Em seguida, vem as perguntas ao entrevistado.
c)    Artigo é um texto argumentativo que defende um ponto de vista e convence o leitor, usando argumentos.
d)    Conto maravilhoso é uma narrativa em que um fato ou elemento mágico, fantástico, sobrenatural, interfere no rumo da história.
e)    N.d.a.

  1. Leia o texto abaixo e responda o que se pede:

A raposa e as uvas

Num dia quente de verão, a raposa passeava por um pomar. Com sede e calor, sua atenção foi capturada por um cacho de uvas.
Que delícia”, pensou a raposa, “era disso que eu precisava para adoçar a minha boca”. E, de um salto, a raposa tentou, sem sucesso, alcançar as uvas.
Exausta e frustrada, a raposa afastou-se da videira, dizendo: “Aposto que estas uvas estão verdes.”
Esta fábula ensina que algumas pessoas quando não conseguem o que querem, culpam as circunstâncias.
(http://www1.uol.com.br/crianca/fabulas/noflash/raposa. htm)

  • A frase que expressa uma opinião é (1 ponto)

(A) “a raposa passeava por um pomar.” (ℓ. 1)
(B) “sua atenção foi capturada por um cacho de uvas.” (ℓ. 2)
(C) “a raposa afastou-se da videira” (ℓ. 5)
(D) “aposto que estas uvas estão verdes” (ℓ. 5-6)
(E) “ Exausta e frustrada, a raposa afastou-se... “ (l. 5)

·         Que tipo de texto é esse: (1 ponto)

f)      Narrativo, ou seja, narra ou relata fatos reais ou fictícios.
g)     Apelativo/Injuntivo, ou seja, faz com que o interlocutor (leitor) tome alguma atitude e muda comportamentos.
h)     Expositivo, ou seja, expõe informações e transmite conhecimentos.
i)       Descritivo, ou seja, descreve seres e paisagens.
j)       N.d.a.

  • No final da história, a raposa foi (1 ponto)

(A) preguiçosa.            (B) cuidadosa.                   (C) esperta.                   (D) ingênua.




  • Esse texto é um (a): (1 ponto)

a)    Receita é um texto que orienta o leitor no preparo de um prato culinário.
b)    Entrevista é um gênero textual que se caracteriza por ter um título que se destaca a ideia central e uma curta apresentação do entrevistado e do tema. Em seguida, vem as perguntas ao entrevistado.
c)    Artigo é um texto argumentativo que defende um ponto de vista e convence o leitor, usando argumentos.
d)    Conto maravilhoso é uma narrativa em que um fato ou elemento mágico, fantástico, sobrenatural, interfere no rumo da história.
e)    N.d.a.