quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Interpretação de texto.


Recuperação
logo peq.jpg
Colégio e Curso Decisão
Aluno (a):

Série:
Ano
Turno

Professor
Marconildo Viegas
Disciplina
Redação
Bimestre
Data
_____/_____/____

Leia o texto abaixo e responda


http://3.bp.blogspot.com/-QHSynKrjSkQ/TcrfI2kne8I/AAAAAAAAN5Y/D96JYExs4RQ/s640/pequenas-historias-poster01%255B1%255D.jpg






O vídeo visto em sala de aula, chamado “Pequenas Histórias”, tem como sinopse o seguinte comentário: Na varanda de uma fazenda, uma senhora conta histórias ao mesmo tempo em que corta e costura retalhos de pano, criando imagens que formam uma toalha. São quatro histórias de humor e magia. O casamento do pescador com Iara, a sereia dos rios. O coroinha de uma igreja que vê a procissão das almas. O encontro entre um Papai Noel de loja e um menino de rua e as aventuras de Zé Burraldo, sujeito ingênuo que sempre se deixa levar pelos outros. (Disponível em: <http://suamateria.blogspot.com.br/2011/05/pequenas-historias-no-lago-diacui.html>. Acesso em: 30 de maio de 2012).



1.      Que tipo de texto é esse:

a)      Lenda                                  b) Resenha Crítica                          c) Manifesto

Leia o poema abaixo:



Um anjo dorme aqui; na aurora apenas,
Disse adeus ao brilhar das açucenas
Sem ter da vida alevantado o véu.
Rosa tocada do mel cruel –
Cedo finou-se e no infantil sorriso
Passou do berço pra brincar no céu!



Casimiro de Abreu

2.      O tema do texto é:

a) A alegria de uma criança                               b) O nascimento de uma criança
c) A morte de uma criança                                d) A felicidade de uma criança
e) A satisfação de uma criança

Leia sobre ESTRANGEIRISMO e responda o que se pede:
http://2.bp.blogspot.com/-9TnaLNzSPeQ/TbV81MHKS2I/AAAAAAAACTw/faLwu_gKG2o/s1600/bullying-Laerte-23-04-11.jpg
Disponível em: < http://leituraescola.blogspot.com.br/2011/04/estrangeirismos.html>. Acesso em: 31 de maio de 2012.

Todo e qualquer emprego de palavras, expressões e construções estrangeiras em nosso idioma. Classificam-se em: francesismo, italianismo, espanholismo, anglicismo (inglês), germanismo (alemão), eslavismo (russo, polaco, etc.), arabismo, hebraísmo, grecismo, latinismo, tupinismo (tupi-guarani), americanismo (línguas da América), entre outros. Há necessidade de inserção de estrangeirismos na língua portuguesa? Justifique.
Leia o texto abaixo, escrito pelo aluno do Colégio Decisão, Alex Leite (2º ano – manhã) num momento de reflexão e responda o que se pede:
Era bom no início, esse mundo tão maravilhoso no qual criei criaturas fascinantes e paisagens de arrancar suspiros, mas aos poucos esse lugar foi se modificando e modificando cada vez mais, hoje sou refém desse mundo que eu mesmo criei; as coisas que antes não tem o mesmo sentido, nem a mesma forma. Sou refém da minha própria imaginação, perdi o controle da minha mente e hoje não consigo distinguir mais o que é real ou o que não é.
Estou vivendo em uma gaiola de pássaros, tem mais duas pessoas aqui, só que ambas são surdas e cegas, não sei nem o nome delas. Só que em meio à escuridão consegui algo incrível: ter a sensação de ser tangenciado e os tocando consegui perceber quem são, uma senhora gorda e muito velha - sua pele é engelhada - e um garoto que, por causa da sua baixa estatura, queria saber como nós fomos parar ali. Como eu sei que são assim? Elas não me respondem, nem me vem e não as vejo também, é muito escuro aqui.  Consigo só ouvir alguns gemidos de dor e choros e nada mais, lembro - me do tempo em que plantávamos árvores de açúcar, com ajuda dos meus velhos amigos, uma folha de papel em branco e um lápis, mas não era qualquer um, eles eram mágicos, mas eles foram capturados, assim como eu, só que não sei onde eles estão agora, provavelmente aqui. 
Só consigo ver a luz do sol. Quando terrível criatura vem nos deixar comida, mas aquilo me parece lavagem pra porcos. Só que por passar muito do meu tempo no escuro, ao ver a luz fico cego por alguns instantes. Já tentei criar uma lanterna pra ver em meio à escuridão e uma chave pra me libertar, só que me descobriram e tiraram minha força de criar objetos. Até a morte, nessa situação, seria bem vinda, só que até esse direito me foi tirado...

3.       O texto que é narrado em 1ª pessoa (narrador – personagem) mostra momentos de reflexão de um mundo onírico, dentro do conhecimento abordado em sala, pergunta-se:

a)       O gênero textual é de prosa poética, pois é um texto literário escrito em linhas contínuas e parágrafos, mas que apresenta várias características da poesia, como linguagem predominantemente conotativa e exploração de recursos sonos e sensoriais.
b)       O gênero textual é o conto, pois é uma narrativa ficcional, curta, em geral com enredo condensado: poucos personagens vivem um número limitado de ações, num espaço e num intervalo de tempo, em geral também limitados. Sua estrutura pode ser dividida em situação inicial, conflito, clímax e desenlace.
Leia o texto abaixo e responda:

http://eoqha.files.wordpress.com/2008/01/editorial_folha.jpg 
4.       Esse tipo de texto é:

a)       Uma notícia, pois é um texto jornalístico que aborda um tema de forma sucinta, recorrendo a dados de pessoas cujo ponto de vista é relevante até certo ponto. Seu texto verbal pode às vezes ser complementado por mapas, gráficos, fotos e outros recursos não verbais.
b)       Uma reportagem, pois é um texto jornalístico que aborda um tema de forma ampla e detalhada, recorrendo a extensa pesquisa e a entrevistas com pessoas cujo ponto de vista seja relevante ao entendimento do assunto. Seu texto verbal é complementado por mapas, gráficos, fotos e outros recursos não verbais.